12/12/2019

Projeto incentiva o descarte de pilhas e baterias em Pedro II

Coletor para descarte correto de pilhas e baterias no Mercado do Artesão no centro de Pedro II

Um projeto inovador e até inédito no Piauí está sendo desenvolvida na cidade de Pedro II pela a Associação de Defesa da Cidadania, entidade gerenciadora das ações do SOS rio Corrente. Trata-se da coleta seletiva de pilhas e baterias, pois são lixos tóxicos e perigosos tanto para a saúde humana como para o meio ambiente.

Conforme o presidente da Instituição Hélio Ulisses, a Associação instalou 7 lugares para descartes em locais acessíveis para a população.  Ele explica que a instituição conta com o patrocínio da Embaixada da Suíça no Brasil que considerou a idéia importante.

“Não se trata apenas de instalações de coletores na cidade. O projeto também visa estimular a participação da comunidade através da educação ambiental desenvolvida nas escolas” pontua Hélio Ulisses.

Os locais aonde a população poderá descartar as pilhas e baterias usadas são: Mercado Público do Artesão, na portaria da AJB Eletrônica, na Escola Angelina Mendes, na Escola Família-Agrícola Santa Ângela e no Instituto federal do Piauí (IFPI).

Além destes pontos de coleta, a instituição também está propiciando os chamados “coletores móveis” que ficam numa determinada período enquanto se realiza um trabalho educacional. Atualmente, os coletores móveis estão instaladas na CESP e na Eco-Escola.

A educadora do SOS Rio Corrente Professora Daniele nascimento destaca que a ação está chegando às comunidades rurais: “As escolas rurais estão promovendo gincanas com objetivo de arrecadar um maior número de pilhas e baterias, uma iniciativa plausível” destaca a educadora, que revela a manifestações das escolas do Canto da Várzea e Serra dos Matões.

Palestras feitas nas escolas pelos os integrantes da Instituição

Na zona urbana de Pedro II não havia nenhuma iniciativa de separação dos resíduos sólidos, onde tudo eram juntado e lançado no lixão da cidade. O projeto evitou ser lançado no meio ambiente quase 100 quilos de pilhas e baterias.


Todos os resíduos de pilhas e baterias estão sendo encaminhado para uma empresa recicladora na região sudeste do país.

Imprimir