25/06/2019

Pesadelo: Incêndio no lixão provoca fumaça densa em Pedro II pelo o 8º ano consecutivo

Fumaça tóxica do lixão da Aroeira na manhã desta terça-feira (25/06/2019) - Créditos: Portal Rede 1


Desde a manhã desta segunda-feira (24/06), a população urbana de Pedro II voltou a sofrer com a fumaça densa provocada pela a queima do lixão da Aroeira, local onde são destinados todos os resíduos sólidos do município de Pedro II.

Conformes informações repassadas por catadores na guarita de acesso a área do lixão, o incêndio iniciou-se após um acidente provocado por manuseio equivocado da destinação de produtos vencidos no local, aonde é empregado o uso de fogo como incineração final.

A fumaça toxica produzida pela a combustão da queima dos lixos, tornando a respiração dos moradores insuportável em função do mau cheiro. A primeira vez que o lixão foi incendiado aconteceu no mês de setembro de 2012 e todos os anos o lixão vem pegando fogo.

Lixão expelindo fumaça toxica (créditos: Portal Rede 1)

 NOVO LOCAL PARA OS DESTINOS SÓLIDOS
Já existe um projeto no SICONV e o pedido de liberação das licenças ambientais junto a Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Piauí (SEMAR-PI) para a implantação de um aterro sanitário da modalidade trincheiras no lugar Contendas, na área oeste do município.



Imprimir