09/04/2019

Pedro II: Grupo pretende identificar possível local para a construção de um novo açude no Rio Capivara


Leito do Rio Capivara que atravessa Pedro II
Leito do Rio Capivara (Créditos: Portal Rede 1)

O município de Pedro II chega próximo ao número de quase 40 mil habitantes, sem ter uma manancial para abastecimento humano que dê tranquilidade de consumo para a população.

O Açude Joana recebe uma carga de poluentes e de dejetos da área urbana, cujas águas tem qualidade duvidosa para abastecer a população.

Assim, está sendo constituído um grupo de pessoas que pretende identificar um local apto para sensibilizar autoridades para a construção de uma grande barragem no curso do Rio Capivara, que atualmente não possui nenhuma obra de aproveitamento de águas.

O Rio Capivara nasce na região do Santo Antônio de Cima cortando o sertão pedrosegundense, atravessando o município de Milton Brandão e desembocando no Rio Poty na divisa entre os municípios de Buriti dos Montes e Castelo do Piauí.

O grupo está sendo formados por profissionais liberais, membros da imprensa e representantes de instituição de Pedro II. Um dos coordenadores é o advogado Dr. Mauro Júnior, que também está constatando representantes de Órgãos Governamentais como a CODEVASF e DNOCS para acompanhar a comitiva, que planejam ir a campo nos próximos dias.


É quase remoto o resgate de uma proposta para a construção de uma barragem no Rio dos Matos na localidade Joana, na divisa entre Pedro II e Lagoa de São Francisco pelos os seguintes motivos, dentre os quais são: propriedades habitadas na região e a construção da Barragem Tinguis entre Brasileira e Batalha.