20/07/2018

Pedro II: Acidente na ladeira do Felipe faz 33 anos

Ladeira do Felipe (imagens Google)

O dia 20 de julho de 1985 ficou marcado pelo um dos maiores acidentes registrado no Piauí com vítimas fatais. Trata-se do acidente na ladeira do Felipe aonde um caminhão "pau de arara" conduzia vários moradores que fazia a feira para as comunidades rurais do sertão de Pedro II, especialmente da comunidade São Luis, situada a 24 quilômetros da sede.

Naquela época, a feira livre de Pedro II era realizada aos sábados. Após as compras, moradores da região do sertão de Pedro II tomaram um caminhão para retornarem para as suas casas.

Varias versões dão conta de como se sucedeu a viagem, que seguiu na estrada carroçável que hoje é pavimentada com asfalto em direção ao estado do Ceará, até então denominada de BR 404 (atual PI 216). Uma delas é que o caminhão já saiu da feira, no centro de Pedro II sem freio.

Ao chegar ao inicio da ladeira do Felipe, situada a 12 quilômetros do centro de Pedro II, o caminhão desce em disparada. Vários ocupantes pularam da carroceria do veiculo em movimento em ato de desesperos e se chocaram nas pedras, perdendo logo a vida.

O caminhão tomba na última curva conhecida como “curva da água azeda”. Há menções de 62 vitimas do acidente, entretanto como na época os registros públicos eram ainda mais precários, não se tem o número correto de vitimas fatais deste triste acidente e nem de número de pessoas que conseguiram sobreviver pelo o fatídico acontecimento.

Existem relatos que antes de 1985 ocorreu acidentes na Ladeira de Felipe, envolvendo os ônibus que fazia linha a Crateús.

O certo é que o acidente do caminhão conduzido pelo o motorista Frazão, entrou na estatística como um dos maiores já registrados com vitimas fatais do Piauí. Outro acidente semelhante aconteceu em Teresina, onde um caminhão carregado de lenha tombou em cima de um ônibus, ferindo todos os passageiros, que ficou conhecido como o acidente dos “espertados”.

Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário