15/02/2018

Água barrenta é fornecida pela Agespisa e revolta moradores em Pedro II

água barrenta fornecida pela a Agespisa em Pedro II

Logo após a forte chuva que caiu em Pedro II na última segunda-feira, os moradores de várias partes da cidade vêm reclamando sobre a água que está sendo fornecido pela a Agespisa à população da zona urbana do município.

A informação é que a água está chegando às torneiras de cor barrenta, ficando impropria para o consumo humano e para ser utilizado em outras tarefas como lavar roupas e tomar banho.

Revoltada com a situação, Silvânia Sousa que reside no bairro Saborá relata sobre a péssima condição da água servida pela a companhia em Pedro II: “Deus mandou chuva, mais infelizmente a Agespisa não faz o tratamento devido da água e hoje o que temos nas torneiras é lama com água, impropria até para lavar roupa”, lamenta.

A distribuição de água barrenta está afetando todos os bairros e o centro da cidade que são ligados ao sistema adutor do Açude Joana e do Olho D’água Pirapora, já que a Agespisa utilizam esses reservatórios como fontes de captação de água.  

O problema da cor avermelhada da água poderá ser em virtude das enxurradas que caíram nestas fontes naturais como a Pirapora e o Açude Joana e que os tanques da ETA - Estação de Tratamento não estão dando conta de fazer a filtragem antes de enviar para a rede de distribuição ou até mesmo a ausência de algum produto.

A água barrenta é denominada como turbidez, ocasionada pela a mistura de sedimentos (pedaços de rochas ou de solo) e detritos (resíduos sólidos como o lixo).


A reportagem do Portal Rede 1 tentou contactar a Agespisa durante o dia desta quarta-feira para saber das causas do abastecimento da água suja aos usuários da rede em Pedro II, no entanto os portões estavam fechados e o telefone 3271-1308 não atende.






Nenhum comentário:

Postar um comentário